• As organizações

    Criola é uma organização da sociedade civil com mais de 27 anos de trajetória na defesa e promoção dos direitos das mulheres negras.

     

    Fundada em 1992, a organização atua na construção de uma sociedade onde os valores de justiça, equidade, solidariedade são fundamentais.

     

    Durante quase três décadas, a Criola reafirma que a ação transformadora das mulheres negras é essencial para o bem viver de toda a sociedade brasileira.

     

    Site: criola.org.br

    Facebook

    Instagram

    Twitter

    YouTube

     

     

  • As Lideranças

  • Lideranças Quilombolas da ACQUILERJ

    Nome: Beatriz Nunes

    Grupo: Acquilerj

    Territórios:

    - Cabo Frio -
    Quilombo Espírito Santo (Regina)

    Quilombo de Botafogo (Josué)

    Quilombo Maria Joaquina (Jane)

     

    - Búzios -

    Quilombo Rasa (Marta)

     

    - Rio de Janeiro -

    Quilombo de Cafundá de Astrogilda (Sandro)

    Quilombo de Sacopã (Luís)

     

    "Por que é Hora de revolucionar as nossas Comunidades, com Ações que viabilizem o bem estar de nossa Sociedade.

    A hora e Agora por é hora de Protagonizar e Fortalecer aquela que sempre buscou o sustento para a sua família em todos os aspectos.

    A hora é Agora por que basta de Violência contra nossas Crianças e Adolescentes, e contra todas nós Mulheres.

    A Hora é Agora por que sim."

     

  • Baixada Fluminense

    Nome: Elaine Ferreira de Oliveira

    Território: Queimados

    Grupo: CPT

     

    "Devemos nos atentar no agora que alimentará nosso amanhã , onde nós mulheres , homens e todos os povos juntos poderemos lutar na certeza de um novo amanhecer que não nos deixará reféns da dúvida e da imprevisibilidade."

    Nome: Nilce Naira Nascimento

    Território: São João de Meriti

     

    "Não vamos deixar para amanhã o que podemos fazer hoje."

    Nome: Joseane Martins Martins

    Território: Jardim Bela Vista

     

    "Essa iniciativa é importante para que cada dia mais nós mulheres negras saibamos dos nossos direitos e possamos estar acessando."

     

    Instagram

    Twitter

    Facebook: Jô Flashion

    YouTube: Joseane Martins Martin

    Nome: Débora do Espírito Santo e Silva

    Território: Guaraciaba, Belford Roxo

     

    "A Hora é agora, pois este é o tempo do protagonismo da mulher negra e periférica. Não aceitamos mais a subalternidade e a expropriação da nossa história."

    Nome: Zélia Maria Marques

    Território: Parque das Missões e Parque Beira Mar

    Grupo: Coletivo Vila Beira Mar

    Facebook

    Twitter

     

    "E o momento que criamos força pra ajudar mulheres desamparadas pela sociedade que não tem voz perante os governantes, então esse é o
    Momento pra criar forças pra ir à luta conquista nossos direitos como cidadã que tem voz escolhas de ir e vir
    A hora e agora é buscar melhorias na saudade te uma educação digna
    Queremos se ouvidas queremos se vistas como mulheres batalhadoras que vai em buscar dos seus ideias
    A hora e agora buscar pela nossas gerações futuras que estão por vir."

    Nome: Kátia Ezoite Teixeira

    Território: Centenário / Caxias

    Grupo: Igreja Pra Além do Nosso Olhar

    Facebook: Pra além do Nosso Olhar

     

    "Agora é a hora de cada vez mais nos unirmos mulheres, negras e da periferia para lutarmos pelos direitos do nosso povo."

    Nome: Thainá Batista Ventapane

    Grupo: Turma do Bem

     

    "Agora é hora pra nos unirmos mais do que nunca, ter mais empatia e rever o conceito de coletividade.
    Agora é a hora de mostrar que não somos nada sozinhos,precisamos nos unir pra fortalecer."

     

    Facebook: Turma do Bem

    Nome: Ilsimar de Jesus

    Território: São João de Meriti

    Grupo: Rede de mães e familiares da Baixada Fluminense

     

    "Agora é a hora pois esta é a hora de combater a fome e a desigualdade social e lutar pelos nossos direitos!"

    Nome: Nilcimar Maria Silvestre

    Território: Caxias

    Grupo: Associação de Mulheres de Atitude e Compromisso Social - AMAC

     

    "É a hora de contribuir para transformar a vida das mulheres negras."

     

    Facebook: Amac Atitudes

    Twitter @amacatitudes

    Instagram: @amacatitudes

    contato@atitudeamac.org

    (21)998078422

    Nome: Fabiana da Silva

    Território: Parque das Missões

    Grupo: Apadrinhe um Sorriso

     

    Agora é a hora porque a gente está aqui! A gente está aqui produzindo conhecimento, pensando nas nossas e nos nossos, reverberando vozes antes silenciadas. Estamos aqui lutando e vencendo também porque a gente não vive só de luta. Nosso povo é alegre, festivo, de resistência, mas também de alegria e de cuidado. E, além disto, é um povo que se reinventa cotidianamente para poder atravessar as questões que chegam [..] e principalmente pensando neste lugar que é ser uma organização que atua na linha de frente com mulheres negras, crianças negras e jovens negras dentro de uma favela que é o Parque das Missões. Agora é a hora porque é necessário que se faça uma reflexão sobre a importância de projetos como o Apadrinhe um Sorriso. Tem que ampliar estas vozes. Existe dentro deste território muita potência, por isto agora é a hora de mostrar a potência que existe dentro do Parque das Missões e de tantas outras favelas.

    Nome: Lenyr Claudino

    Território: Vila Operária

     

     

    Nome: Babalorixá Adailton Moreira Costa

    Grupo: Ilê Aşę Omiojuarô

    Território: Nova Iguaçu

     

    Site: ileaxeomiojuaro.com.br

    Nome: Olidia Maria Da Conceição Lyra (Mãe Torody)

    Território: São João de Meriti

    Grupo: Ilê Axé ala Koro Wo

     

    "Agora é a hora, em primeiro lugar, pelo momento político que estamos vivendo em nosso país. em segundo lugar, pela situação crítica que as mulheres estão vivendo e em especial as mulheres negras e pobres.[...] Me engajei e aceitei estar no Agora é a Hora porque se não for agora, não sei o que será do nosso povo."

    Nome: Rafaela Sousa do Nascimento Affonso e Valdirene Santos de Oliveira
    Território: Quilombo do Feital, Magé

     

    "Agora é a hora pois o nosso povo Quilombola está morrendo devido ao covid-19 e não podemos aceitar. "

     

    Facebook: Movimento Quarentena Solidária

    Nome: Iasmine Alfradique

    Grupo: Quilombo Maria Conga

    Território: Magé

     

    "Porque só temos o agora .
    Futuro e incerto"

    Nome: Paulo Bongaba

    Território: Magé

    Grupo: Comunidade de Bongaba

    Nome: Daises Santos

    Território: Jardim Porongaba/Parque Fluminense
    Grupo: Movimenta Caxias

     

    "Para ter o Direto a cidade e espaço na política nós espaços de Graduação é a Hora da retomada e reparação."

    Nome: Luci Cristina

    Coletivo: Valverde

    Território: Nova Iguaçu

     

    "A hora e agora porque quem tem fome tem pressa, e nessa hora de grandes dificuldade,onde todos se mobilizam pela vida ,por uma questão de solidariedade e porque a hora e agora e não depois"

    Nome: Marilza Barbosa Floriano

    Território: Pantanal/Caxias

     

    Agora é a hora, pois quem tem fome! Tem urgência!!

  • Rio e Niterói

    Nome: Saney Luiza de Souza

    Território: Campo Grande, Bosque dos Caboclos

    Grupo: Teia da Solidariedade Zona Oeste

     

    "Porque cada vez mais as mulheres negras estão vulneráveis, as juventudes negras também vulneráveis, suas crias também vulneráveis. Então agora é a hora para se fortalecer e se juntar ainda mais em busca de uma sociedade justa e digna para todas as pessoas. Agora é a hora de garantirmos soberania alimentar em territórios pretos!"

    Nome: Maria Bomfim Lima

    Território: Vargem Pequena

    Grupo: Teia de Solidariedade Zona Oeste

     

    "Agora é a hora porque precisamos mostrar a nossa fôrça e a realidade em que vivemos. A partir daí, poderemos transformar através de ações a nossa Sociedade."

    Nome: Eloí Nunes Silva

    Território: Sepetiba

    Grupo: Teia de Solidariedade Zona Oeste

     

    "Nós, as marisqueiras do Recanto do Ipiranga, mulheres e famílias que tem na prática da pesca artesanal, na cata do marisco, e algumas também na reciclagem, sua principal fonte de renda, de resistência e da autonomia. A Hora é Agora de construir práticas outras de inclusão e valorização do trabalho das mulheres."

    Nome: Ayesca Mayara

    Território: Parada de Lucas e Vigário Geral

     

    "Juntar e unir estas mulheres para fazer o formulário foi uma das formas para a gente conseguir catalisar e conectar estas mulheres umas com as outras. E agora é a hora de agir! Muita gente está agindo e ajudando [...] mas se a gente sempre olhasse para o outro e sempre ajudasse o outro, a gente não estaria passando o que passamos agora. A desigualdade ainda é muito grande. Agora a gente entendeu finalmente qual a necessidade do nosso povo, da nossa favela e da nossa periferia."

    Nome: Caroline Rodrigues

    Território: Campo Grande

    Grupo: Comunidade de Dona Belina

     

    "Porque a fome não espera
    E a vida é efêmera
    Porque juntos somos mais
    E o que parece pouco
    É um tudo para quem não tem
    É ter olhos de águia
    Pra quem por
    perrengue passa
    Bem ao nosso lado
    Sem ter um centavo
    E ainda sem trabalho
    Pela pandemia
    Que assassina
    Tantas vidas Negras."

    Nome: Mãe Tânia

    Grupo: Ilê Axé Yá Manjele Ô

    Território: Água Santa

    Nome: Aline Thuler

    Grupo: Cáritas

     

    Site: caritas-rj.org.br

    Facebook: Caritas RJ

     

    A hora é agora porque a fome não espera!
    O Brasil é um importante país de acolhida para migrantes e refugiados, com uma lei bastante avançada! Porém, a desigualdade social, o sucateamento das políticas públicas e a ausência de políticas específicas para esta população, dificultam muito sua integração no Brasil.
    Em tempos de pandemia, esta problemática fica ainda mais evidente, e os migrantes e refugiados passaram a precisar de mais apoio para manter sua sobrevivência com dignidade, visto que não contam com rede familiar e estão em um país distante do seu.

    Nome: Mãe Márcia Marçal

    Grupo: Ilê Asé Oluajê Ni Oyá

    Território: Campo Grande

    Nome: Rita Dirr

    Território: Niterói

     

    "Agora é a hora: Das Mulheres mostrarem que fazem a diferença, que não deixam ninguém para traz e por isso se tornam melhores."

     

    Nome: Larissa Ferreira

    Território: Santa Cruz

    Grupo: Teia da Solidariedade Zona Oeste

     

    "Agora é hora pois a urgência em ouvir e compreender as mulheres negras se faz cada vez mais latente. Somos múltiplas, potentes e plurais, mas ainda invisibilizadas para pautar e construir um modelo de sociedade mais justo e igualitário. A hora de mudar esse cenário é agora. É chegada a vez das mulheres negras!"

    Nome: Ana Beatriz da Silva
    Território: Lapa

    Grupo: Coisa de Mulher/Casa das Pretas

    Facebook

    Instagram: @casadaspretas

    Twitter: @PretasCasa

     

    "Agora é a hora porque a fome não espera. Então estas famílias necessitam de cestas básicas para poder se alimentarem. Estas famílias já vem de um histórico de vulnerabilidade social, assim, elas necessitavam já de antes. Então agora é a hora de se resolver estes conflitos."

    Nome: Flávia Pinto

    Território: Campo Grande

    Grupo: Templo de Umbanda Casa do Perdão

     

    "Diante da situação mundial atual de pandemia, temos que unir forças para ajudar, acolher e socorrer o maior número de pessoas possíveis."

     

    Facebook: Casa do Perdão

    Instagram: @CasadoPerdao

    Nome: Patrícia Oliveira

    Grupo: Rede de Comunidades e Movimentos Contra a Violência

    Território: Centro

     

    "Agora é a hora para agir em Defesa dos Direitos das Mulheres Negras!"

    Nome: Vanessa Oliveira

    Território: Acari

    Grupo: Centro Social Futuro Feliz

     

    "Agora é a hora de mostrar ao mundo que as favelas tem forças, principalmente mulheres pretas que juntamente ao projeto "Agora é a hora" revolucionamos a história de toda nação favelada, durante esse período de pandemia, tão delicado . Trazendo autonomia a centenas de mulheres pretas e favelas de sustentarem as suas famílias."

     

    Facebook: Centro Social Futuro Feliz

    Nome: Larissa Dieckmann

    Território: Niterói
    Grupo: OLT

     

    "A hora é agora de nos unirmos pela mesma causa para sairmos vitoriosas apesar de sermos minorias temos que ocupar todos os espaços que almejamos e conquistamos em prol de uma luta única."

    Nome: Thamires Guedes de Almeida Hilario

    Território: Pedra de Guaratiba

    Grupo: Teia de Solidariedade Zona Oeste

     

    "Por quê o tempo corre e a luta tem pressa.
    A estatística silenciada pela sociedade ainda cresce exacerbada.
    Mulheres periféricas, a margem, com seus filhos nos braços precisam ser levadas a sério; necessitam de voz para dar um basta e virar o jogo.
    Fome não espera!
    Dignidade humana pra ontem!
    Por que a hora? Ah, a hora é agora!"

    Nome: Penha da Silva Souza Xavier e Dayanna Antunes

    Território: Campo Grande

    Grupo: Coletivo Todxs Unidxs

     

    "O abandono, descaso e o ostracismo no cárcere feminino é dilacerante, cruel e solitário assim como o ferro frio e mordaz que sentimos desde os tempos da escravidão, e que perduram até os dias atuais.
    Potencializados pelo racismo, machismo e preconceitos diversos e a realidade Que Vivemos o hoje, muitas necessidades emergenciais, muitas faltas e dificuldades provindas do ontem e angústias sobre o amanhã. A necessidade de que lutemos agora faz com que tenhamos a força para um combate diário contra a ignorância,pobreza, machismo, racismo, preconceito éticas as violências explícitas que carregamos na pele, no certidão de nascimento, no bairro que moramos e na ficha corrida que apresentamos em trabalhos negados por isso tudo é mais que necessitamos do “agora”, por que já se foram centenas de anos e outras centenas viram. Nosso momento luta é agora!"

    Nome: Flávia Concecio

    Território: Rocha

    Grupo: Movimento Moleque

     

    "Porque quem tem fome tem pressa. Principalmente familiares que vivem situações de vulnerabildiade nas perferias e nas comunidades. Tem que ser agora e a hora é esta!"

    Nome: Anazir Maria de Oliveira

    Grupo: Ação e Resistência

    Território: Bangu

     

    "Acredito na união de todos os grupos e movimentos juntos, abraçando esta causa, como força e garantia para que todas os direitos de nós mulheres negras sejam respeitadosä

    Nome: Seimour Souza e Bianca Peçanha

    Território: Jacarézinho

    Grupo: Jaca Contra o Corona

     

    "Por que só a ação coletiva e ancestral é capaz de nos manter vivos em tempos como esses."

     

    Facebook

  • QUem FInancia:

    Ainda gostaríamos de agradecer as doações durante o período, às seguintes pessoas:

    Rodrigo Moraes; Because Marketing LTDA; Ana Carolina Z.; SOP-Limeira; Carolina Touri; Mariana Costa; Guilherme F. Ol.; Nicolas Regis; Matheus Mascio; Rodrigo Antar; Vitor Duarte; Pedro Victor Vieira Marques; Luiza Bielinsk; Ricardo Acosta; Bruno Pereira; Caio Sinem Mar; Alessandra San; Kimberly Gonca; Natália Bender; Gabriela Olive; Lourenço Barsi Gomes; Carmela Meneguzzo Caldart; Sylvio Fraga Neto; Sérgio Nick.